»FUSCACHAMBÓ

Fuscachambó - 10jul2000

17/02/2005 às 14:44

Não há como desviar o farol. O Fusca roda se divertindo prá valer com o folclore político, antes da campanha ter começado de verdade.
Já falam que é dos carecas que elas gostam mais, que nesta política vai dar bode, que tem pó de arroz no pedaço e eleitor confundindo mordomo com candidato. Não tem nada não, ainda não começou a chover canivete...
Quando o Sol chegar aos 40 graus em pleno inverno, aí sim os miolos vão derreter. O Fusca tá com medo de fundir o motor. Dizem que tem açougueiro fazendo estoque de osso para pucheiro, que a Polícia não vai dar trégua – coitada dela, não dá conta nem do serviço de casa! – e que o esparadrapo está sendo muito requisitado.
Saci, mula sem cabeça, curupira e a galera toda está assistindo de camarote esse barulho globalizado. O Mundo é assim mesmo, intrigas, indiferenças, enquanto alguns riem, outros choram...O Fusca controla suas emoções através do ruído do motor. As vezes o bi bi faz um vruhhhhhh danado...
Como ainda é cedo e o dia ainda está em os olhos remelentos, o negócio é deixar o motor frio mesmo. Depois ainda fazem um apelo para que a disputa seja dentro do nível...É só o homem de Murtinho abrir a boca para se ter uma idéia do que é nível.
O único nível que o Fusca conhece é o do óleo ralo e ele anda – como sempre – baixo, baixinho da silva. Se é verdade que quem tem boca vai a Roma, tem gente por aí que vai dar a volta ao Mundo umas três vezes daqui até outubro...Bi bi.
Deixe seu comentário
«voltar
2004-2019 © Todos os direitos reservados